quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

10 anos...

Chego a uma altura marcante, como 10 anos de namoro (10 anos a viver juntos será pela altura do carnaval eheeheh) e é tempo de fazer balanço...
Sim, nem sempre foi fácil e posso dizer que muitas vezes me apeteceu mandar a toalha ao chão e seguir em frente... Somos ambos casmurros e quando embicamos em discutir, até os gatos se escondem, eheheheh.
Mas ao fim deste tempo posso afirmar que continuamos apaixonados e a redescobrir-nos... Partilhamos algumas grandes paixões, como o amor pelos animais e o mergulho, por exemplo, e, regra geral damo-nos bem. Às vezes fechados no nosso casulo, outras vezes mais abertos à vida social. Nenhum de nós admite que se metam na nossa vida e as pessoas respeitam. Apesar de eu ser uma boca de trapos e não ter problemas em falar da minha vida, não admito que "abusem" disso. Ele é mais reservado, às vezes até para falar comigo tem que ser a saca-rolhas...
Em 10 anos alugámos 2 casas e comprámos 1.
Adoptámos o miúdo há quase 8 anos e a miúda há quase 4.
Conhecemos Portugal, do centro para o norte, de carro (e ainda há tanto que não vimos...).
Trocámos de carro comercial para um familiar.
Descobrimos que não podemos ser pais.
Decidimos viajar para fora.
Decidimos dedicarmo-nos cada vez mais um ao outro e não esperar por quem não prometeu.
Temos os nossos "habitats naturais", ele a TV e eu o computador, para descomprimirmos ao fim do dia de trabalho, depois é na cama que falamos mais...
A esta altura do campeonato, não me imagino de outra forma...
Estou bem na minha pele, aliás, onde é que estavam os trintas há 10 anos???
Acho que posso afirmar que sou feliz (mas, leiam isto baixinho, para não dar azar, eheheh).
 
 
 
Resumindo e concluindo: sou como o vinho do porto, quanto mais velha, melhor.
 

4 comentários:

Façam o favor de opinar....