segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Fugir da zona de conforto...

A minha zona de conforto sempre foi dizer o que me vai na alma... Detesto ficar a remoer as coisas porque depois transformam-se em monstros horríveis e corroem-nos a alma...

Meta a alcançar: responder sim senhor (o que já tenho feito); não levantar ondas; ficar na minha; fazer o meu trabalho como sempre e ver onde isto vai parar...

Já me mentalizei (sim, porque, como mulher que sou preciso de tempo para me mentalizar antes de fazer algo que muda a minha vida) que vou esperar, mas não me vou torturar mais por causa disto....
 

Sempre vesti a camisola da empresa, dos clientes e dos colegas, está na hora de vestir a minha (uau, tão crescida que me sinto a dizer isto...)
 
 
 
 
 
 
Aguardem cenas dos próximos capítulos, porque, conhecendo-me como me conheço isto ainda vai dar panos para mangas... ehheeh

4 comentários:

  1. às vezes o melhor é ignorar e sim, responder sim snehor e lavar as mãos...assim não há abusos nem mal agradecimentos.
    Sim, tens de pensar em ti primeiro, muitas vezes!

    ResponderEliminar
  2. SuperSónica e porque raio é tão difícil fazê-lo???

    ResponderEliminar
  3. Sim, é bom ser direta e dizer o que se pensa. Mas, em alguma ocasiões mais vale ficar caladinha, que se ganha mais. Ou perde menos.

    ResponderEliminar
  4. L. Mas é tãoooo difícil para mim, pah... Mordo a língua literalmente para ficar calada...

    ResponderEliminar

Façam o favor de opinar....