terça-feira, 6 de janeiro de 2015

E, de repente, senti-me tola pelo sentimento de desespero que me assolava por nada correr bem...

Estava num momento de stress no trabalho. Novas actualizações de programas e tudo parecia correr mal. Chefe Igor, estava naqueles dias do mês, para ajudar à festa. 

Foi quando recebi o telefonema. Uma querida amiga teve um acidente de automóvel e o marido faleceu... 

E, de repente, senti-me tola pelo sentimento de desespero que me assolava por nada correr bem...

Sinto-me meia 'aparvalhada'... Isto só acontece aos outros, lá longe... Só vemos estas coisas nas notícias, dentro daquela caixinha que quase só mostra desgraças... E nós deste lado vamos batendo na madeira e dizendo, cruzes canhoto, para afastar essas coisas de nós...

Tive vontade de correr para casa e abraçar o meu marido...

Há pouco, depois dos milhões de abraços que já lhe dei hoje, pensava que ela já não o poderia fazer mais... E senti-me mal por ela... Mas nunca tão mal como ela.... Nem como os dois filhos menores que vão crescer sem o pai... Que estiveram tão perto dele naqueles últimos momentos...

Nem imagino a tortura que será voltar para casa e ele não estar lá...

Se leres isto, F., espero que não me leves a mal. Não há palavras para estes momentos. Nem mesmo as que foram designadas para os momentos de lamento... 

Não há nada que eu possa fazer ou dizer para aliviar a dor, o pesadelo, o horror daquilo que te aconteceu...

Não sei rezar, mas apetece-me dizer que estás nas minhas preces. Estás no meu pensamento. E estarei perto de ti quando for o momento.




14 comentários:

  1. Ainda me parece tudo tão surreal... Parece sempre lá longe, mas foi tão perto, demasiado perto! :( não consigo sequer imaginar como ela se sente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Demasiado surreal... Se isso me acontecesse... credo... nem consigo imaginar o que faria.... :(

      Eliminar
  2. Os acidentes e doenças são tão ingratos... Levam nos pessoas queridas e ainda com muito para viver entre nós...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo... Uma estupidez tão grande.... Acho uma injustiça enorme isso acontecer a pessoas boas.... :(

      Eliminar
  3. Um abraço ....apertado....muito....dá-lho por mim...que sou mãe como ela....e que não respiraria sem MorMeu...como ela...
    Sempre que toca o telefone...há aqueles segundos em que o teu pensamento suplica a Deus que estejam os 3 bem...
    Eu também não rezo...eu falo com Ele sempre que posso...e a F e seus filhos estarão nas minhas preces certamente.


    jinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh minha querida... Eu sei que sim.... Obrigada.
      Vou dar-lhe um beijinho teu. <3

      beijinhos para vocês

      Eliminar
  4. Um mega abracinhho para ti e ouro para a tua amiga...nem sei o que diga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Nunca sabemos bem o que dizer ou fazer nestas alturas tão ingratas..... :(

      Eliminar
  5. :(((((((((((( Caramba!
    Dá-lhe muita força, nem consigo imaginar.
    Um beijinho para ti e para ela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada.
      Estou a canalizar as vossas boas energias para ela.
      beijinhos

      Eliminar
  6. A frase final da canção "Le Fleuve" dos NOIR DÉSIR diz tudo... "Que no se puede / la Vida no vale nada"...
    Turrinhas!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois....
      Nem imagino o que ela estará a sentir....
      beijo

      Eliminar
  7. Lamento muito. Um grande abraço para ti e para a tua amiga.
    Nestas alturas é difícil encontrar palavras de conforto, muita força.
    Beijinho,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um horror... Nem faço ideia do que ela estará a passar.... Ninguém merece....
      Beijinhos

      Eliminar

Façam o favor de opinar....