segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Só para vos situar, hoje foi o evento anual da chafarica onde trabalho...

..... e teve direito a lojas fechadas e tudo, para estarmos reunidos num hotel de 5 estrelas.

Da parte da manhã, formação. uma boa desculpa para essa empresa, que são nossos fornecedores, chegarem-se à frente e comparticiparem na despesa do hotel.

Na hora de almoço, team building. Somos tão chiques pah! Somos uma equipa maravilhosa e damo-nos todos às mil maravilhas, só que não. Fomos divididos em equipas para servir o almoço (num hotel de 5 estrelas) para mostrar o que é um atendimento de excelência. A experiência até foi engraçada e fiquei com uma equipa muito fixe. 

Almoçar às 15h da tarde a esta hora ainda arroto o almoço 

Depois levar com o Gru Mal Disposto (aka patrão) a dar uma de Gustavo Santos. vómito

E agora chego à parte que realmente queria cuspir tirar de dentro de mim.

Detesto que queiram que me compare ou que evolua por ver outras pessoas, com outro tipo de vida que eu! O que me pode motivar será comparar-me ou olhar para alguém semelhante a mim que tenha passado por desafios semelhantes e não num jovem que nasceu sem braços e que conseguiu tocar guitarra com os pés, para o Papa João Paulo II. Sem ofensa, é um feito notável e de grande coragem, não o pretendo desvalorizar de modo algum, no entanto não suporto que me espetem isso na cara como motivação. Até me sinto ofendida! É óbvio que esse senhor tem muitas mais contrariedades na vida, se é que lhes posso chamar assim, mas é na vida dele. Nunca poderei entender o que sente por não ter braços, porque os tenho. Lutou pelos objectivos dele e conseguiu um feito incrível, sem dúvida! É essa a mensagem a tirar daqui? Pode ser. No entanto enerva-me as entranhas que queiram sempre diminuir o que sinto, porque tenho saúde, ou braços, ou pernas. Cada qual com as suas lutas, pessoas! Parem de me mostrar pessoas sem abrigo, porque tenho uma casa. Parem de me mostrar pessoas com fome, porque tenho comer na mesa. Isso não me motiva, revolta-me! 

Sou grata por tudo o que tenho. Sim, às vezes deveria agradecer mais. Nunca agradeço o suficiente! 

Não consigo explicar bem.... Não fico revoltada pelos sucessos dos outros, muito pelo contrário. Ainda bem que conseguem atingir os objectivos a que se propõem, com esforço e dedicação. Fico feliz, a sério. No entanto a mensagem que me passou não foi de motivação, foi de como sou estúpida e egoísta por não estar toda feliz da vida! Olha aquele senhor sem braços e todo contente por ter conseguido aprender a tocar guitarra com os pés. E tu andas aí a lamentar-te que não estás realizada profissionalmente.  bahhhhh

Eu não sinto o que os outros sentem perante as contrariedades da vida deles. Só sei o que sinto perante as minhas...

8 comentários:

  1. Esse tipo de evento é coisinha para me fazer revolver o estômago. Era menina para meter baixa nesse dia. C'horror. Só de imaginar fico com urticária.

    Há muito essa ideia de termos que nos dar por satisfeitos por aquilo que temos, porque há gente pior do que nós. Mas também há gente melhor, ora bolas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso! Não tenho que me comparar aos 'piores' (salvo seja), mas sim aos melhores! Fico mesmo com as raivinhas todas quando me dizem para dar-me por muito feliz porque tenho trabalho! Ora que merda, então mas eu não posso querer mais e melhor para mim? Por um lado é todo aquele discurso de motivação: "pensamento positivo e trabalho, consegues tudo" ; por outro, "estás a queixar-te de quê?? tens trabalho e comer na mesa" --- odeio pessoas pah!!!

      Eliminar
  2. Agora estar na moda ser-se grato/a: sinceramente 'cheira-me' a psicologia da treta.

    É fácil quando nos comparamos com quem está pior que nós, claro! E há sempre quem esteja pior que nós. Agora irrita-me profundamente ver pessoas que estão melhor que nós somente porque têm sorte e não mérito! Isso, sim, irrita-me, porque é injusto!

    Não tenho inveja de ninguém, no entanto já senti na pele a inveja... e não é nada agradável - há pessoas muito más que só são felizes com a infelicidade dos outros. A minha esperança (cada vez mais fraca, diga-se) é que "what goes around, comes around" e talvez - talvez! - um dia essas criaturas provem do seu próprio veneno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sentir-se grata pelas coisas que temos não é psicologia da treta. Eu sou sempre muito grata pelos meus gatos. E agradeço muito por eles. Agradeço as pequenas coisas que me acontecem, que me fazem sentir bem. Os passeios que dou na praia e/ou no campo. Agradeço o carinho dos amigos. Agradeço as flores de Mr.Bigodes. Este tipo de coisas assim!

      Eu preferia que ninguém estivesse pior que eu, porque eu estou bem, no entanto, posso querer mais e melhor para a minha vida. E mesmo que tenha dias em que estou de maus humores, não quer dizer que precise de um video de "motivação" deste género.

      Uma vez mais, reitero que foi um feito incrível. Aqui não está em causa o senhor, mas sim o que sinto.

      Beijo primita!

      Eliminar
  3. B. nunca poderemos avançar e melhorar ao olhar para trás e para os piores. Todos nos motivamos olhando para os melhores, porque queremos ser melhores e estar melhor. Na lógica do senhor sem braços - não tirando o mérito a todo o exemplo de força interior - o ser humano nunca teria evoluído, porque olhando para os piores "Ok! aquele peixe parece-me feliz como está, por isso vou é agradecer por ser macaco e deixar -me ficar." NO! Concordo apenas com uma mensagem de motivação "If You Can Dream It, You Can Do It." porque a nossa mente é o maior obstáculo.

    ResponderEliminar
  4. Booooooooooooooommm....tá tudo muito giro....e dares notícias à malta?! Nada?! E os bébés? Tudo a rolar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ando calona para escrever.... Cá por casa está tudo bem. Os putos cada vez estão mais reguilas. O Jeremias está armado em puto também, por causa do Sarapico ser um diabinho. Mas são maravilhosos e fartamo-nos de rir por causa daqueles malucos! :)))
      Espero que estejas bem, Mummy Suri. Beijinhos

      Eliminar

Façam o favor de opinar....